Rachel Coppage

Categoria: Artes Plásticas
País: Reino Unido
Obra: “Liberation
Línguas: InglêsBritish Sign Language (BSL) e New Zealand Sign Language (NZSL)
Site oficial: http://www.rachelcoppage.com

“Educada em um ambiente oralista à época das proibições das línguas gestuais, eu não sabia da existência de comunidades surdas até mergulhar na cultura surda, aos 18, durante minha estadia de um ano com uma família surda de Chicago. Retornei à Inglaterra como uma nova pessoa, com a auto-estima elevada e ainda mais confiante. Vejo a transformação como uma metamorfose similar à das borboletas”, diz Rachel Coppage, artista surda britânica hoje radicada na Nova Zelândia (retirado de seu site oficial). Da descoberta, a guinada: hoje, as identidades Surdas a atravessam, (re)definindo suas formas de olhar, sentir e expressar o mundo (sobretudo por meio de telas, em que as línguas de sinais são traços recorrentes e a promoção das culturas surdas, um imperativo constante). Borboletas, a confirmar a metáfora da liberdade, também aparecem em várias de suas pinturas, criando cenários cheios de mãos, asas, sinais e mensagens. Hoje, para além dos pincéis, Rachel realiza práticas de psicoterapia em Língua de Sinais Neozelandesa, lutando dia a dia pelos direitos do povo surdo. Para ver mais trabalhos de Rachel Coppage, clique aqui.

 
Rachel Coppage
 

OtoSense

Categoria: Dicionários e Apps
País: Estados Unidos
Línguas: Inglês e American Sign Language (ASL)
Site oficial: http://www.otosense.com

Seja um latido, um aviso sonoro, um alarme de incêndio ou um toque de telefone, o OtoSense torna-os possíveis para pessoas surdas. O aplicativo, disponível para download na App Store e no Google Play, permite que tablets e smartphones reconheçam determinados tipos de sons e os convertam em imagens e vibrações, alertando seus usuários. Se a campainha toca, por exemplo, o app a identifica e faz vibrar o celular, comunicando que alguém espera à porta. Se o dono da casa não estiver presente, o ruído é detectado por um tablet/smartphone no local e o aviso segue replicado para aparelhos em pontos remotos. Mais um recurso tecnológico a incrementar o dia-a-dia de muitos surdos, acessibilizando os imperativos do mundo sonoro. Para saber mais sobre o app, visite a página oficial, clique aqui.

 

 

Depois do silêncio

Categoria: Filmes
País: Estados Unidos
Ano: 1996
Título: “Depois do silêncio” (“Breaking through”)
Línguas: Inglês e American Sign Language (ASL)

Por toda a vida, Laura, uma jovem surda de 20 anos, viveu trancada em sua casa, sofrendo dia a dia uma série de abusos do pai. Ajudada por Pam (uma aguerrida assistente social), a moça abandona a tutela da família e descobre um novo mundo onde seus direitos são aos poucos (re)conquistados: aprende língua de sinais, conhece novas pessoas, estuda e, já com um meio de comunicação possível, defende-se contra os desmandos daqueles que a violentam. A trama do filme “Depois do silêncio” (“Breaking Through”, 1996), de Fred Gerber, é inspirada em caso real e traz à tona um tema não incomum entre surdos de vários países.

 

 

Secretariado Nac. Reabilitação e Integração

Categoria: Propaganda
País: Portugal
Anunciante: SNRIPD
Línguas: Português e Língua Gestual Portuguesa (LGP)

Em um mundo às avessas, onde os surdos fossem maioria – e a língua de sinais, hegemônica -, a experiência da exclusão se daria para os ouvintes, como mostra o anúncio do Secretariado Nacional para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência (Portugal).

 

 

Oficina de Percussão Corporal – Surdos

Categoria: Eventos
País: Brasil
Línguas: Português e Língua de Sinais Brasileira (Libras/LSB)

A Oficina de Percussão Corporal para Surdos é “uma oficina totalmente prática onde os participantes irão ter a experiência da música gerada diretamente no corpo, observando os pontos de vibração e ressonância e explorando possibilidades rítmicas”. Ministrado pelos músicos Ronaldo dos Santos e Zuza Gonçalves, o workshop será realizado no próximo sábado, 28 de fevereiro, das 9h às 12h, no Teatro Safra (Rua Josef Kryss, 318, Barra Funda, São Paulo). As inscrições devem ser feitas até 27/02 pelo e-mail coisolandia@hotmail.com. Para visualizar divulgação oficial, clique aqui; para assistir à divulgação em Libras, clique aqui.

 
Oficina Percussão Corporal II