A cidade sem meninos

Categoria: Contação de histórias em Língua de Sinais
País: Brasil
Línguas: Português Língua de Sinais Brasileira (Libras/LSB)

Na crônica “A cidade sem meninos” (1966), Carlos Drummond de Andrade retrata o vazio (de relações, de afetos, de infância etc.) que se tornava o centro do Rio de Janeiro em meados da década de 1960. Com seus prédios de escritórios, carros, comércios e funcionários em trânsito, a região perdia aos poucos sua “vida de bairro”, seu aconchego, seus barulhinhos domésticos, suas crianças. O belíssimo texto, que há mais de cinquenta anos já denunciava a aridez de algumas das transformações urbanas que assolam sobretudo as grandes cidades, ganha agora uma ótima versão em Libras traduzida e interpretada por Paloma Bueno Fernandes (o vídeo é produto da Oficina prática de Tradução Cultural Português/Libras: Textos literários, da Editora Arara Azul)

 

 

O menino e o cão

Categoria: Contação de histórias em Língua de Sinais
País: Alemanha
Línguas: Alemão e Deutsche Gebärdensprache (Língua de Sinais Alemã)

Em um trágico acidente, um cão é atropelado no meio da rua. O menino, seu dono, chora ao vê-lo ali, ferido, agonizando, mas recebe do motorista (o culpado pelo atropelamento) uma quantia em dinheiro para custear as despesas do tratamento de seu mascote. Entre tristezas e travessuras, a história (“Boy & Dog”, ou “O menino e o cão”) contada por Hii Eeen encanta quem a assiste pela riqueza de classificadores e de expressões faciais usadas na narrativa. Além desse, outros excelentes vídeos de Hi Eeen – a alcunha de Duc Hien Nguyen, um vietnamita surdo radicado na Alemanha – podem ser assistidos em seu canal no Youtube (clique aqui para acessar) ou em sua página no Facebook (clique aqui). Sem dúvidas, vale a pena aguardar cada novo vídeo.

 

 

Das vantagens de ser bobo

Categoria: Contação de histórias em Língua de Sinais
País: Brasil
Línguas: Português Língua de Sinais Brasileira (Libras/LSB)

Contado na voz de Aracy Balabanian, o texto “Das vantagens de ser bobo” (escrito por Clarice Lispector, uma das mais importantes mulheres da literatura brasileira) ganha tradução em Libras pelas mãos de Jonatas Medeiros. “É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo”.

 

 

João e o pé de feijão

Categoria: Contação de histórias em Língua de Sinais
País: Brasil
Línguas: Português Língua de Sinais Brasileira (Libras/LSB)

Um pé de feijão tão alto que atravessa as nuvens e, para além de onde a vista alcança, leva a um enorme castelo habitado por um gigante: a famosa história de “João e o pé de feijão” (um conto de fadas inglês popularizado no século XIX) ganha versão em Libras na narração sinalizada de Sam Surdo.

 

 

Fish (Peixe)

Categoria: Contação de Histórias em Língua de Sinais
País: Estados Unidos
Línguas: Inglês e American Sign Language (ASL)

Bela e singela (com momentos de tensão), a história “Fish” (“Peixe”), sinalizada pelo performer surdo estadunidense Dack Virnig, narra a trajetória de um peixe – de sua captura ao retorno ao lar. Para conhecer mais sobre o trabalho do artista, clique aqui.