A cidade sem meninos

Categoria: Contação de histórias em Língua de Sinais
País: Brasil
Línguas: Português Língua de Sinais Brasileira (Libras/LSB)

Na crônica “A cidade sem meninos” (1966), Carlos Drummond de Andrade retrata o vazio (de relações, de afetos, de infância etc.) que se tornava o centro do Rio de Janeiro em meados da década de 1960. Com seus prédios de escritórios, carros, comércios e funcionários em trânsito, a região perdia aos poucos sua “vida de bairro”, seu aconchego, seus barulhinhos domésticos, suas crianças. O belíssimo texto, que há mais de cinquenta anos já denunciava a aridez de algumas das transformações urbanas que assolam sobretudo as grandes cidades, ganha agora uma ótima versão em Libras traduzida e interpretada por Paloma Bueno Fernandes (o vídeo é produto da Oficina prática de Tradução Cultural Português/Libras: Textos literários, da Editora Arara Azul)