Dandelions

Na obra “Dandelions”, ou “Dentes-de-leão”, em tradução livre, Clayton Valli (1951-2003), um dos principais poetas surdos dos Estados Unidos, traz ao poema a delicadeza e a resistência dos dentes-de-leão, cujas sementes voadoras encantam os campos e as lembranças de muitos. Apesar da ação predatória de um homem, a planta se refaz em (e na) poesia.

  
Dandelions
  


Categoria: Poesia em Língua de Sinais
País: Estados Unidos
Poema: “Dandelions” (“Dentes-de-leão”)
Línguas: Inglês American Sign Language (ASL)