Selo comemorativo – Robert Panara

Entre os mais jovens, provavelmente haverá muitos que nunca colaram um selo postal em uma carta. Carta? Para os nativos digitais da Geração Z, as cartas perderam espaço para a comunicação direta e imediata das redes sociais. Mas eles – os selos – resistem, firmes, para além das coleções de filatelistas, em milhões de correspondências trocadas diariamente em todo o mundo.

Há poucos anos, nos Estados Unidos, um proeminente professor surdo foi homenageado em selo, com um retrato seu a sinalizar “respeito” em American Sign Language. O selo, impresso pelo Serviço Postal dos Estados Unidos (U.S. Postal Service – USPS), faz parte de uma série intitulada Distinguished American, que homenageia “cidadãos estadunidenses que deixaram sua marca na sociedade norte-americana”. Desde o ano 2000, menos de vinte personalidades foram agraciadas com tal deferência – entre elas, o virologista Albert Sabin e a escritora Edna Ferber.

Robert Panara, um dos pioneiros dos Estudos Surdos do país, foi, em 2017, a 16º pessoa a receber essa honraria (veja aqui outros nomes da coleção).

Panara (1920-2014), surdo desde criança, formou-se pela Gallaudet University em 1945 e, depois de trabalhar como professor de ensino básico na New York School for the Deaf, retornou à Gallaudet em 1948, onde lecionou no departamento de Língua Inglesa (por um período, ao lado de William Stokoe, famoso pesquisador ouvinte das línguas de sinais). Chama a atenção o fato de Panara ter sido o primeiro surdo a conquistar o grau de mestre na Universidade de Nova Iorque, ainda na década de 1950 – fato louvável para a época.

Um de seus grandes feitos, no entanto, que marca também seu nome na história das comunidades surdas americanas, foi sua importante participação, no final dos anos 60, na criação do National Technical Institute for the Deaf  – NTID (Instituto Técnico Nacional para Surdos), centro de ensino superior de referência ligado ao Rochester Institute of Technology (RIT), em Rochester (NY), onde Panara se destacou como um de seus primeiros – e mais importantes – professores surdos.

Em sua trajetória de mais de 40 anos de docência, entre a Gallaudet University e a NTID, Panara dividiu com alunos surdos e ouvintes a sua paixão pelo teatro e pela literatura, áreas em que provou a imensa potência da experiência surda e da língua gestual.

Hoje, o selo que leva a sua imagem é – como chamado nos EUA – um “selo eterno” (“forever stamp“): independentemente do reajuste do valor das tarifas, ele valerá sempre para o peso indicado – hoje ou daqui a dez anos. Assim como o trabalho de Robert Panara para as comunidades surdas americanas, que jamais perderá valor.

Clique aqui para assistir a Panara performando poemas em ASL, em gravação de 1974; aqui para assistir a uma entrevista com ele, em 1972, sobre projetos de teatro na NTID; e aqui para assistir à cerimônia de lançamento do selo na NTID. Quer comprar o selo direto do site da USPS? Clique aqui.

  
Selo - Robert Panara
  


Categoria: Outros
País: Estados Unidos
Línguas: Inglês e American Sign Language (ASL)