Talking Hands

No Talking Hands – Sign & Dine (Mãos Falantes, em tradução livre), um espaçoso restaurante em Hyderabad, Índia, as culturas surdas se exibem – graciosamente – por todos os ambientes.

Sobre as mesas, cards de cartolina informam os sinais de diferentes pedidos: café, manteiga, pão, comida chinesa etc. Em cardápios, paredes e jogos americanos, ilustrações da Língua de Sinais Indiana também ganham destaque, ensinando aos clientes o alfabeto manual e um sinalário básico da língua.

Quem se interessa por Arte Surda logo reconhecerá no salão principal a famosa pintura “Understanding Deaf Culture” (“Entendendo a Cultura Surda”), ao lado de outras obras de Nancy Rourke, uma das mais proeminentes artistas De’VIA da atualidade.

No restaurante administrado pela Deaf Enabled Foundation, uma fundação local que atua em defesa das comunidades surdas, para além da ambientação, todos os funcionários são surdos – o que o destaca não apenas como “deaf friendly” mas também como “deaf owned” (mantido/gerido por surdos).

Ali, a surdidade é afirmada como bandeira política, e não somente como diferencial de mercado, que por vezes reforça o cariz assistencialista e caritativo no trato com empregados surdos. “Ser Surdo é uma identidade cultural, não apenas uma questão de perda auditiva”, avisa uma placa na entrada, ao lado de outra que ressalta: “os sinais são para os olhos o que as palavras são para os ouvidos”.

Entre pratos vegetarianos e não-vegetarianos, o orgulho surdo segue a encantar aqueles que frequentam a casa. Assista a vídeos sobre o Talking Hands Restaurant, clique aqui, aqui e aqui. Para acessar a página do projeto no Facebook, clique aqui.

 
Talking Hands (1)

 


Categoria: Bares e Restaurantes
País: Índia
Línguas: Hindi e Indian Sign Language (ISL)
Site oficial: http://talkinghandsrestaurant.com