Um Poema

Categoria: Poesia em Língua de Sinais
País: Portugal
Poema: “Um Poema” (de Amílcar Furtado)
Línguas: Língua Gestual Portuguesa (LGP) e Português

Imagens que se entrelaçam, com muita beleza, nos sinais de Amílcar Furtado: a repressão posta de forma poética, trágica, em cenários diferentes. Um retrato sobre práticas ouvintistas, autoritárias, contra crianças surdas em escolas oralistas – cheio de metáforas, em paisagens que se intercambiam e compõem um interessante jogo de imagens. O poema é sonorizado – o som, para o espectador ouvinte, dá um novo ritmo para a leitura, sugere intensidades na cadência do texto. Além de som, a poesia de Furtado conta com o uso de palavras em Português. Essa amálgama, esse todo de línguas e linguagens, forma uma ótima experiência de leitura. (O poema foi veiculado em rede de TV aberta em Portugal, a RTP2).

  

 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s