Me gritaram negra

Em “Me gritaram negra”, a afirmação da negritude segue em movimento crescente, da vergonha ao orgulho, em um libelo contra o racismo. O poema da artista afroperuana Victoria Santa Cruz, uma importante ativista pelos direitos da população negra do Peru, nascida na década de 1920, é interpretado em Libras por Anne Magalhães (clique aqui para ver tradução em Português do poema). Um belíssimo vídeo.

 
Me gritaram negra
 


Categoria: Poesia em Língua de Sinais
País: Brasil
Poema: “Me gritaram negra” (Victoria Santa Cruz)
Línguas: Português e Língua de Sinais Brasileira (Libras/LSB)