Neema Cafe

Iringa, cidade com cerca de 150 mil habitantes na região central da Tanzânia (África), tem uma das mais altas porcentagens de moradores com deficiência no país e, a despeito disso, conta com pouquíssimas ações e políticas voltadas para esse público.

Para fazer frente a essa situação, a Diocese Anglicana de Ruaha fundou em 2003, no município, um pequeno centro de formação profissional para jovens e adultos com deficiência. Focado na produção de artesanato a partir de matérias primas locais e batizado de Neema Crafts Centre, o projeto reuniu inicialmente pessoas surdas e, em pouco mais de um ano, passou a atender mais de setenta participantes. Atualmente, atende centenas de pessoas e conta com cursos, workshops, lojas e uma guesthouse (hospedaria) que recebe turistas e voluntários de todo o mundo.

Em 2005 inauguraram no local o Neema Cafe – um café totalmente formado e dirigido por surdos. Brownies, sorvetes, cafés, chás, vitaminas, pratos quentes, saladas e outras tantas opções do cardápio podem ser pedidas em Kiswahili Sign Language – uma das várias línguas de sinais do país. Para turistas, vale experimentar um pouco da culinária da África Oriental (e provar alimentos tradicionais como ugalis e maharages) e, claro, conhecer mais sobre as línguas gestuais e as culturas surdas da região.

Para visitar o site do Neema Centre, clique aqui.

 
Neema (1)
 


Categoria: Bares e Restaurantes
País: Tanzânia 
Línguas: Swahili e Tanzanian Sign Language (Língua de Sinais Tanzaniana)
Site oficial: http://neemacrafts.com/cafe.php