Balada do Intérprete

Categoria: Outros
País: Portugal
Línguas: Português e Língua Gestual Portuguesa (LGP)

Inspirada na “Balada do Desajeitado” (um dos sucessos da banda lisboeta D.A.M.A), a “Balada do Intérprete” narra a importância e as exigências da profissão intérprete (de língua gestual). Cantada pela Tuna da Escola Superior de Educação do Porto, e com letra original de Joana Silva, a canção – como não poderia deixar de ser – é apresentada em Língua Gestual Portuguesa por uma equipe de TILS. “Profissão exigente, horas de concentração e dedicação (…) mãos a mexer, cérebro a funcionar, e as palavras estão a voar”, diz, entre outros versos, a balada.