Bell Sign

Dai Igarashi, gerente de um pequeno bar no distrito de Ginza, Tóquio, chama a atenção pela forma como se comunica com funcionários e com alguns clientes que se sentam ao balcão. Surdo, Igarashi aprendeu a Língua de Sinais Japonesa, hoje a sua primeira língua, no ensino secundário, e por meio dela atende grande parte dos surdos e ouvintes que frequentam o local – o bar Ginza Bell Sign, inaugurado em 2012 na capital japonesa (fonte: The Japan Times).

Mantido pela RyU Corporation, o bar – localizado em uma das mais badaladas regiões de Tóquio – emprega outros funcionários surdos e já se tornou um movimentado ponto de encontro das comunidades surdas do país.

Aos sábados, o Bell Sign costuma realizar festas em que karaokes sinalizados dividem a noite com músicas e canções nacionais, reunindo até vinte pessoas (a lotação máxima da casa), surdas e ouvintes, em animados encontros.

Aqueles que não dominam a língua gestual do país podem se comunicar com atendentes ouvintes, arriscar-se com alguns sinais básicos ensinados pelos bartenders surdos ou recorrer a pequenas lousas disponíveis no salão.

Mais um empreendimento deaf friendly entre bares e cafés da Terra do Sol Nascente (para conhecer outros empreendimentos do tipo, clique aqui).

  
Ginza Bell Sign
  


Categoria: Bares e Restaurantes
País: Japão
Línguas: Japonês e Japanese Sign Language (日本手話 )