Google Gesture

Categoria: Outros
País: Suécia
Línguas: Sueco e Svenskt teckenspråk – TSP (Língua de Sinais Sueca)

Há alguns meses, a notícia de um suposto protótipo da Google que traduz movimentos de mãos (e braços) em línguas orais ganhou destaque nas redes sociais, sobretudo entre surdos e ouvintes sinalizadores. O aplicativo, anunciado como um tradutor de língua de sinais – voz, analisa e reconhece (pelo uso de braceletes) a atividade muscular, transformando-a em fala. Por meio da eletromiografia (técnica usada para verificar a estrutura e as funções do sistema nervoso periférico, entre nervos, músculos e junções neuromusculares), identificam-se padrões, logo transformados em palavras audíveis, que permitem aos surdos comunicarem-se com aqueles que não conhecem as línguas gestuais. Porém, a propaganda do invento intitulado Google Gesture não anuncia um aplicativo real, mas foi criada por alunos da Berghs School of Communication (Estocolmo, Suécia) como produto de uma disciplina de marketing: ou seja, o serviço não existe, não tem qualquer ligação com o Google nem previsão para ser desenvolvido. O vídeo, que repercutiu em uma série de sites e blogs sobre surdez, foi o vencedor do prêmio Future Lions no Festival de Publicidade de Cannes.