Hideto Noritomi

Categoria: Artes Plásticas
País: Japão
Obra: “手話を奪われてても手話の心まで奪われることはない”
Línguas: Japonês Japanese Sign Language (日本手話)

Quando pequeno, Hidehito (Hideto Noritomi) era proibido de sinalizar: na escola para surdos onde estudava, em Tóquio, seus professores lhe diziam que se usasse sinais, em vez de praticar a fala, sua voz ficaria parecida à de um animal (fonte: Deaf Japan). Assustado, o jovem surdo conversava em língua de sinais às escondidas, longe dos olhares punitivos de seus mestres. Em 1996, já mais velho, Noritomi viajou à França, onde aprendeu técnicas de pintura a óleo – dois anos mais tarde, começava a produzir suas telas. Desde 2004, o artista plástico residente em Kumamoto se dedica à Arte Surda e por meio dela expressa a sua luta pela valorização do Ser Surdo e das práticas culturais das comunidades surdas. Hideto também publicou um livro (com ilustrações suas) intitulado “Shuwa de Ikitai”, que – como um libelo contra a opressão ouvintista – destaca a importância e as riquezas da língua gestual. Aos 45 anos, Hideto Noritomi é pai de Kazuchi, um menino surdo que, a reverberar o ativismo presente em sua casa, estuda em escola para surdos e sinaliza desde pequenino. (Clique aqui para ver outra obra de Noritomi).

 
Hideto Noritomi