Paul Johnston

Categoria: Artes Plásticas
País: Estados Unidos
Obra: “Spiral Handmask II
Línguas: Inglês e American Sign Language (ASL)

Um dos precursores e principais artistas De’VIA (Arte Surda) norte-americanos, Paul Johnston explora – com maestria – diferentes linguagens, do teatro às artes plásticas. Bacharel em Artes Plásticas pela Rochester Institute of Technology e mestre e doutor em Arte-educação pela Pennsylvania State University, Johnston, filho surdo de artistas ouvintes, tem a arte como eixo norteador de toda a sua trajetória acadêmica, dedicando-se, sobretudo, ao ensino e à pesquisa das interfaces entre a arte e a surdez.  No Departamento de Artes da Gallaudet University, onde hoje leciona, já ministrou disciplinas de Design, Desenho Experimental, Escultura, Introdução à De’VIA, entre outras. Suas obras, majoritariamente, trazem à tona o tema deafhood: “considero-me um artista semi-abstrato. Constantemente, tento partilhar e alimentar minhas obras transferindo para o papel meus sentimentos, minhas interpretações filosóficas sobre a minha experiência Surda e o uso da mãos como uma ferramenta tanto para comunicar quanto para criar. Meu trabalho é, por vezes, expressão de minha identidade como americano e como indivíduo surdo que vive uma experiência bicultural. (…) Assim como os ouvinte apreciam a beleza da música, os surdos apreciam e respeitam a beleza das línguas gestuais e o prazer das artes visuais. Minha intenção é abraçar a liberdade de expressão inventando novos e imaginativos ícones em cada um dos meus trabalhos. (…) Quero que minhas obras falem por elas mesmas” (retirado de DeafArt). Clique aqui para ver registros (fotos e vídeos) de uma residência artística feita por Paul Johnston no Instituto de Arte de Siena (Itália, 2011).

 
Paul Johnston